Resenha “Baroak – a estrela”

A literatura nacional tem me proporcionado momentos especiais. Tenho descoberto através de meus novos contatos, escritores com tremendo potencial imaginário.

E, se não bastasse, poder conhecer estas histórias fantásticas, estou também, tendo a oportunidade de conhecer pessoalmente estes talentos e a alegria de tornar-me amiga deles.

Finalizei o livro de Cris Motta, minha querida parceira no Grupo Entre Linhas e Letras, e, para não me prolongar mais, fiz uma resenha sobre a história e posto abaixo para que vocês também possam ter um gostinho de quero mais, em conhecer estes Novos Talentos.

Resenha “Baroak – a estrela”

O que me encanta nos livros, é a possibilidade de em algumas histórias, nos identificarmos com os personagens, apesar deles muito vezes não serem completamente parecidos conosco,  determinados aspectos da personalidade nos remetem a nós mesmos. Foi assim que me senti com Baroak, identifiquei-me com alguns sentimentos da protagonista. O livro conta a história de Beatriz Comarin, uma adolescente tímida, residente no Rio de Janeiro, que é menosprezada pelos colegas da escola, e tem a oportunidade de ir morar no Oriente, quando seu pai, um executivo bem sucedido, assume um emprego naquela região.

No mundo dos incensos, lenços e magias,  Bia faz novos amigos, e num passeio acompanhada pela mãe Helena, compra no mercado  uma linda estrela de cristal das mãos de uma velha mercadora. Beatriz e a família retornam ao Brasil, e a sua antiga rotina. Na escola os já conhecidos “colegas” continuam a desprezá-la, deles destacam-se Rodrigo, por quem ela nutre uma paixão secreta, e Liana, namorada dele, que vê em Bia uma rival e decide transformar sua vida, num inferno. Após um episódio sofrível, ela se refugia em seu quarto e pede as estrelas do céu que mudem sua vida, e faz isso tendo em mãos a estrela trazida do Oriente.

Então, lembrando a história “As mil e uma noites”, surge Clair Baroak, uma Djinn, ou comumente chamada no Ocidente, uma gênia.  À partir daí Beatriz, através da amiga, que é isso que a gênia se torna para ela, a menina resgata sua auto estima e passa a se destacar, chamando atenção de Rodrigo e fazendo novos amigos. Os anos passam e Bia conquista seu amor, quando parece que tudo está as mil maravilhas, novamente esta garota especial, resolve dar uma guinada em sua vida. Parte com a amiga Djinn para a Europa, e de lá, para o mundo de Clair.

A história é recheada de aventuras e dramas. A autora Cris Motta, deixa-nos com uma vontade de quero mais, ao chegar ao final, pois a história não se finda neste primeiro livro. Fiquei ansiosa por conhecer o restante da trama e saber como nossa protagonista conseguirá se manter em seu mundo e no de Clair, que é onde ela encontra sua verdadeira razão de viver.

Anúncios

Um comentário sobre “Resenha “Baroak – a estrela”

  1. Helena, que resenha mais linda! Mesmo sem ver capa nem nada, fiquei extremamente curiosa para ler. Cada vez mais orgulhosa da literatura nacional.
    Beijos :*

    @pirulitolimao

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s